(TEA) Transtorno do Espectro Autista

Navegue pelos principais transtornos.

TDAH​

(TEA) Transtorno do Espectro Autista

(TEAp) Transtorno Específico de Aprendizagem​

Transtorno de Comunicação

Transtorno de Tiques

(TOD) Transtorno Opositivo Desafiador

Leia também:

Avaliação Neuropsicológica
Testes específicos que buscam conhecer o funcionamento do cérebro, realizando um mapeamento de todas as funções mentais do paciente para analisar as funções cognitivas, aspectos emocionais e da personalidade.
Neide Barros

Neide Barros

Transtorno do espectro Autista

As características essenciais do transtorno do espectro autista são prejuízo persistente na comunicação social recíproca e na interação social e padrões restritos e repetitivos de comportamento, interesses ou atividades . Esses sintomas estão presentes desde o início da infância e limitam ou prejudicam o funcionamento diário, cada caso é um caso e o estágio em que o prejuízo funcional fica evidente irá variar de acordo com características do indivíduo e seu ambiente. Manifestações do transtorno também variam muito dependendo da gravidade da condição autista, do nível de desenvolvimento e da idade cronológica, por isso o uso do termo espectro. O transtorno do espectro autista engloba transtornos antes chamados de autismo infantil precoce, autismo infantil, autismo de Kanner, autismo de alto funcionamento, autismo atípico, transtorno global do desenvolvimento sem outra especificação, transtorno desintegrativo da infância e transtorno de Asperger.​

Os prejuízos na comunicação e na interação social especificados são sustentados. Os diagnósticos são mais válidos e confiáveis quando baseados em múltiplas fontes de informação, incluindo observações do clínico, história do cuidador e, quando possível, autorelato. ​

Déficits verbais e não verbais na comunicação social têm manifestações variadas, dependendo da idade, do nível intelectual e da capacidade linguística do indivíduo, bem como de outros fatores, como história de tratamento e apoio atual. Muitos indivíduos têm déficits de linguagem, as quais variam de ausência total da fala, passando por atrasos na linguagem, com- preensão reduzida da fala, fala em eco até linguagem explicitamente literal ou afetada. Mesmo quando habilidades linguísticas formais (p. ex., vocabulário, gramática) estão intactas, o uso da linguagem para comunicação social recíproca está prejudicado no transtorno do espectro autista.​

Déficits na reciprocidade socioemocional, capacidade de envolvimento com outros e compartilhamento de ideias e sentimentos, estão claramente evidentes em crianças pequenas com o transtorno. Elas podem apresentar pequena ou nenhuma capacidade de iniciar interações sociais e de compartilhar emoções, além de imitação reduzida ou ausente do comportamento de outros. Havendo linguagem, costuma ser unilateral, sem reciprocidade social, usada mais para solicitar ou rotular do que para comentar, compartilhar sentimentos ou conversar. Nos adultos sem deficiência intelectual ou atrasos de linguagem, os déficits na reciprocidade socioemocional podem aparecer mais em dificuldades de processamento e resposta a pistas sociais complexas , como quando e como entrar em uma conversa e o que não dizer. Adultos que desenvolveram estratégias compensatórias para alguns desafios sociais ainda enfrentam dificuldades em situações novas ou sem apoio, sofrendo com o esforço e a ansiedade para, de forma consciente, calcular o que é socialmente intuitivo para a maioria dos indivíduos.​

Déficits em comportamentos de comunicação não verbal usados para interações sociais são expressos por uso reduzido, ausente ou atípico de contato visual, gestos, expressões faciais, orientação corporal ou entonação da fala. ​

Navegue pelos principais transtornos.

TDAH​
Uma das estratégias que ajudam a lidar com os sintomas do TDAH (transtorno de deficit de atenção com sem hiperatividade e impulsividade) é desenvolver um
(TEA) Transtorno do Espectro Autista
As características essenciais do transtorno do espectro autista são prejuízo persistente na comunicação social recíproca e na interação social e padrões restritos e repetitivos de comportamento, interesses ou atividades .
(TEAp) Transtorno Específico de Aprendizagem​
O Transtorno de Aprendizagem é muitas vezes referido como Transtorno Específico da Aprendizagem (TEAp).​
Transtorno de Comunicação
Os transtornos da comunicação incluem déficits na linguagem, na fala e na comunicação.
Transtorno de Tiques
Os tiques são movimentos motores ou vocalizações súbitos, rápidos, recorrentes e não ritmados
(TOD) Transtorno Opositivo Desafiador
O DSM-5 (2014, p. 462) define o Transtorno Opositivo Desafiador TOD como “um padrão de humor raivoso/irritável, de comportamento questionador/desafiante ou índole vingativa com duração de pelo menos seis meses”

Agende agora uma consulta ou tire suas dúvidas!

Menu

Av das Américas, 500 – Bloco 13B – Sala 320 Shopping Downtown
Barra da Tijuca – RJ, 22621-090

© Copyright Clínica Neide Barros 2021. Todos diretos reservados.