Blog

Atividade Física Funcional como Terapia para Crianças com Transtornos do Neurodesenvolvimento

Compartilhe nas redes sociais

Julia Clinica Neide Barros

Julia Clinica Neide Barros

A conexão entre as atividades físicas e saúde mental é amplamente aceita dentro da comunidade médica.

Além de aprimorar a aptidão física, a prática regular de exercícios também eleva a capacidade cognitiva, reduzindo de forma geral os níveis de ansiedade e estresse, independentemente da faixa etária.

A prática de exercícios desempenha um papel central no desenvolvimento físico, cognitivo e emocional de todas as crianças, inclusive aquelas que enfrentam o Transtorno do Espectro Autista (TEA), Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) e Síndrome de Down.

A oferta de atividades físicas inclusivas e adaptadas pode ser essencial para direcionar a energia dessas crianças, melhorar a concentração, desenvolver habilidades sociais e criar um estilo de vida mais saudável.

A abordagem funcional na prática de exercícios é altamente benéfica para crianças com TEA, TDAH e Síndrome de Down, já que prioriza o avanço das habilidades motoras, funcionais e a promoção do bem-estar global.

Este tipo de treino incorpora exercícios que aprimoram o corpo para a execução de atividades esportivas ou movimentos do cotidiano, tais como agachar, correr, sentar, pular, empurrar, carregar objetos, entre outros.

A abordagem funcional também incorpora elementos biopsicossociais, culturais e comportamentais, podendo envolver jogos e brincadeiras quando direcionada a pacientes mais jovens.

Por que incluir a atividade física funcional no tratamento de transtornos do neurodesenvolvimento?

A inclusão da atividade física funcional no tratamento de transtornos do neurodesenvolvimento é respaldada por várias razões científicas e clínicas. 

Transtornos como o Transtorno do Espectro Autista (TEA), Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) e outros, afetam o desenvolvimento do sistema nervoso e podem causar desafios na cognição, comportamento e habilidades motoras. 

A atividade física funcional, que envolve movimentos que simulam as atividades do dia a dia, pode trazer diversos benefícios para pessoas com esses transtornos, especialmente crianças. Algumas razões são:

  1. Melhora das habilidades motoras:

    Muitas crianças com transtornos do neurodesenvolvimento têm dificuldades motoras. A atividade física funcional pode ajudar a desenvolver coordenação, equilíbrio e controle motor, contribuindo para a melhoria dessas habilidades.

  2. Estímulo ao sistema sensorial:

    Transtornos do neurodesenvolvimento frequentemente envolvem diferenças na maneira como o cérebro processa estímulos sensoriais. A atividade física funcional pode estimular o sistema sensorial de maneira controlada, ajudando a reduzir sensibilidades e melhorar a integração sensorial.

  3. Regulação emocional:

    A atividade física é conhecida por liberar endorfinas e outros neurotransmissores que podem melhorar o humor e reduzir a ansiedade e o estresse. Isso é especialmente relevante para pessoas com transtornos do neurodesenvolvimento, que frequentemente enfrentam desafios emocionais.

  4. Aprimoramento cognitivo:

    O exercício físico regular tem sido associado a melhorias nas funções cognitivas, como atenção, memória e processamento mental. Isso pode ser especialmente benéfico para indivíduos com TDAH e outros transtornos que afetam a concentração.

  5. Desenvolvimento social e comunicação:

    Muitas atividades físicas funcionais podem ser realizadas em grupo, promovendo interações sociais e oportunidades de desenvolver habilidades de comunicação e interação social para pessoas com TEA e outros transtornos similares.

  6. Promoção da autodeterminação:

    A atividade física funcional pode permitir que os indivíduos experimentem sucesso em suas realizações, melhorando sua autoestima, autoconfiança e senso de competência.

  7. Estabelecimento de rotinas saudáveis:

    A incorporação da atividade física funcional em uma rotina diária pode ajudar a estabelecer hábitos saudáveis, melhorando não apenas a saúde física, mas também a mental.

No entanto, é importante ressaltar que a inclusão da atividade física funcional deve ser considerada como parte de uma abordagem multidisciplinar e, principalmente, individualizada. 

É essencial que a inclusão dessas atividades no tratamento seja feita por profissionais de saúde qualificados, como terapeutas ocupacionais, psicopedagogos e educadores físicos especializados nesses transtornos, para garantir que o programa seja adequado às necessidades específicas de cada criança.

Conheça nosso programa de Atividade Física Funcional

A nossa clínica está abrindo um novo espaço de atividade física funcional com foco em crianças com transtornos do neurodesenvolvimento. 

As aulas de atividades  físicas funcionais que oferecemos são ministradas e acompanhadas por nossos educadores físicos e psicopedagogos (terapeutas ocupacionais) especialistas em transtornos do neurodesenvolvimento e contam com o apoio e especialização de uma tradição de mais de 25 anos da clínica Neide Barros. 

Crianças com transtornos, que não sejam pacientes da clínica, precisam apresentar diagnóstico e passar por nossa avaliação física. Com base nessas informações e após a interação direta com os profissionais, o tipo de atividade é determinada.

Após uma avaliação física detalhada, criamos um plano de atividades totalmente personalizado, feito por nossa equipe multidisciplinar de especialistas. Nosso objetivo é treinar o corpo e fornecer um valioso feedback ao cérebro.

As atividades são desenvolvidas em uma sala especial para atividades físicas funcionais, montada especialmente por nossos profissionais e com ênfase na segurança das crianças. 

O programa é direcionado a crianças de 6 a 12 anos. 

As atividades são planejadas e ministradas individualmente ou em grupo de até 4 crianças. O acompanhamento é feito por um educador físico para cada 2 crianças.

As aulas são ministradas semanalmente e duram 50 minutos. 

Contamos também com avaliações regulares, para acompanhar o progresso dos participantes. 

Atividades desenvolvidas 

O programa inclui uma variedade de exercícios que visam ao desenvolvimento do controle corporal, a coordenação motora, o equilíbrio, a oxigenação cerebral e outras habilidades, incluindo as sociais.

  • Atividades de Coordenação e Equilíbrio

Visa trabalhar a melhora da estabilidade física e a autorregulação corporal.

  • Exercícios de Força Funcional

Exercícios como flexões de braço, agachamentos e abdominais adaptados às capacidades individuais, que ajudam a desenvolver força muscular.

  • Atividades Cardiovasculares

Como caminhadas e corridas leves.

  • Jogos Funcionais

São jogos de lançamento e outras atividades em grupo que não apenas desafiam, mas também promovem uma abordagem divertida e eficaz para aprimorar a saúde.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Menu

Av das Américas, 500 – Bloco 13B – Sala 320 Shopping Downtown
Barra da Tijuca – RJ, 22621-090

© Copyright Clínica Neide Barros 2021. Todos diretos reservados.