Blog

A difícil tarefa de escolher a escola para os filhos

Compartilhe nas redes sociais

Com a temporada de matrículas abertas se aproximando, a pergunta mais recorrente entre os pais e que gera muita dúvida é como escolher?

As opções são inúmeras e para conhecer um pouco mais a fundo a opção que vai funcionar, você terá que conhecer o espaço físico da escola, pesquisar, perguntar, observar e conversar com diretores e pedagogos. O sexto sentido dos pais é essencial para saber se o colégio vai trazer os benefícios esperados para os filhos, desde que os adultos saibam qual é a forma que gostariam que as crianças fossem educadas.

Para ajudar nesse processo de escolha, os pais precisam refletir bastante, de acordo com as recomendações a seguir:

  • Liste as preferências para a educação do seu filho
  • Antes de iniciar as pesquisas e visitas, tenha em mente exatamente o que você espera da escola.
  • Liste tudo aquilo de que não abre mão, como tamanho do espaço, profissionais qualificados, opção de período integral, fácil acesso, oferta de cursos extracurriculares, linha pedagógica, e tudo o que estiver de acordo com os princípios que você quer que a criança aprenda. Cada família possui sua lista de prioridades e, ao fazê-la, a busca se tornará mais fácil.

A escola tem as portas abertas?

Ter a oportunidade de visitar a escola para conhecer a sala de aula, os laboratórios e o espaço de recreação é fundamental para estabelecer uma relação de confiança com o ambiente de estudo do seu filho. Desconfie de escolas que limitam a presença dos pais! Elas podem ser de baixa qualidade e o aprendizado das crianças pode ser comprometido devido à falta de oportunidade de integração família-escola.A equipe pedagógica deve ser acessível e prezar o contato e a participação da família na rotina pedagógica do estudante.

Projeto pedagógico claro

As linhas pedagógicas da educação apresentam algumas principais direções, entre elas: a tradicional, a construtivista, a montessoriana e a Waldorf. São elas que vão nortear os princípios básicos de educação, que vão desde a priorização a alfabetização ou não, ao tipo de brincadeira que vai ser estimulada até a forma como os espaços são distribuídos. Em muitas escolas há a junção de mais de uma linha de influência A família deve analisar a rotina pedagógica e juntamente com a equipe analisar todo o processo desenvolvido pela instituição de ensino. EM SINTONIA COM AS CRIANÇAS E FAMÍLIA

A escolha da melhor escola também deve estar em sintonia com as necessidades das crianças e com os costumes da família. É importante que a criança se sinta confortável com a escolha e ser acolhida no local. Além disso, não adianta colocar os filhos em um colégio religioso se a família não segue a mesma religião, pois poderá haver conflito entre os interesses.

A melhor escola deve ter bons profissionais

Para trabalhar em uma escola, os profissionais não precisam apenas gostar de criança, mas também de educar. Por isso, procure conhecer também todo o quadro de funcionários, principalmente os professores dos seus filhos, já que eles serão os modelos de adultos que as crianças vivenciarão na sala de aula.

Converse e pergunte bastante

Aproveite para conversar com os pais de alunos que já estão matriculados na hora da entrada ou saída e pergunte sobre as impressões do local, como rotina de estudos, método de ensino e alimentação. As respostas deles podem confirmar o sexto sentido paterno que você teve ao obter informações. Esclareça dúvidas com diretores, pedagogos e professores também, mas fique atento aos discursos prontos como “a escola incentiva a autonomia” ou “o ensino é caracterizado por um processo transdisciplinar”. Peça exemplos, casos concretos e conquistas para compreender como a educação acontece no cotidiano.

Método de aprendizado

É importante que o método de aprendizado vá além do básico e também ensine valores e estimule o desenvolvimento cognitivo, físico e social, independentemente da idade da criança. Verifique se o método de aprendizado engloba outras atividades, como lição de casa, exploração do meio, organização de jogos, incentivo à leitura, promoção de debates, entre outros. Lembre-se que o aprendizado vai muito além da sala de aula!

Avaliação

Saiba como seu filho é avaliado e veja se você concorda com o método. Não é uma questão de cobrar nota alta ou de compará-lo com outras crianças, mas sim de conhecer como está o desenvolvimento intelectual e emocional. Também investigue como a escola trata problemas de aprendizagem: seguem o ritmo do aluno ou oferecem aulas de reforço?

Preço e qualidade

O alto custo de uma escola particular não significa, necessariamente, uma boa qualidade de ensino, ambiente e aproveitamento do aluno. É possível encontrar escolas com excelente custo benefício que, além de infraestrutura completa, mantenha professores experientes e qualificados e equipe pedagógica atualizada onde o compromisso com alunos seja evidente.

Investigue a comunidade escolar

É importante analisar a comunidade escolar. A segmentação, tão importante para o mundo dos negócios, pode não ser o recomendado para a escola, pois uma escola de portas abertas, que reflita o perfil de uma sociedade, mantendo público de diferentes religiões, raças e classes sociais, contribui para o estudante, desde cedo, conviver com a pluralidade e divergências da sociedade .

Horários escolares

Caso o pai e mãe trabalhem fora o dia todo, não deixe de perguntar sobre o horário, principalmente se a escola não for de tempo integral. Descubra o que acontece quando a criança é buscada mais tarde do que o horário habitual ou se é permitido sair mais cedo para um compromisso, pois cada escola possui seu método: algumas aceitam, outras cobram taxas por atraso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Menu

Av das Américas, 500 – Bloco 13B – Sala 320 Shopping Downtown
Barra da Tijuca – RJ, 22621-090

© Copyright Clínica Neide Barros 2021. Todos diretos reservados.